Um museu na internet. Volte ao passado nesse site!

Fórum Brooks Burguer > Blogs do usuário > Ciência > Um museu na internet. Volte ao passado nesse site!

Um museu na internet. Volte ao passado nesse site!

Esses dias movidos por nossa curiosidade achamos um site (link no final do post) muito bom: cheio de crônicas do mundo moderno com pensamentos sobre a tecnologia que tanto dependemos atualmente. Mas, mais do que isso o autor do site aborda conteúdos científicos com afinco e explica muito bem o funcionamento das coisas. O domínio é de Benito Piropo, uma lenda na internet e ainda está ativo em algum lugar de nossa Terra.

Mas o principal primeiro. Ele tem uma aba recheada de colunas que ele escreveu para inúmeras mídias famosas. O cara é realmente um monstro a ser aproveitado pela juventude criativa e inventiva. Obrigado, Universo, por permitir que pessoas assim existam! <3

Esse dinossauro da internet está cheio de conteúdo rico para criadores de conteúdos e curiosos que desejam conhecer mais o mundo sem sair do seu conforto.

Apresentação da página inicial é uma porteira de sítio. (Adoramos esse cara!) <3

A biografia a seguir é um trecho do site do autor.

Acesse –> https://www.bpiropo.com.br/perfil-sb.htm

Benito Piropo Da-Rin (B. Piropo)

Dinossauro da internet <3

Nascido em Salvador, Bahia, em 9 de fevereiro de 1939, mudou-se em 1941 com a família para São Paulo, onde viveu até 1949 – os dois primeiros anos em Piquete, pequena cidade do interior, e os demais na capital, onde cursou o primário no Colégio Stafford. Em 1949 mudou-se para o Rio de Janeiro, onde vive desde então.

Em 1958 passou um ano em Salvador, cursando o primeiro ano de engenharia na Faculdade de Engenharia da Universidade da Bahia. No ano seguinte prestou novo exame vestibular e matriculou-se na Escola Nacional de Engenharia da UnB, atual UFRJ, onde concluiu o curso de Engenharia Civil em 1963, especializando-se em obras hidráulicas.

Sua formação profissional foi, desde então, primordialmente voltada para a engenharia ambiental. Terminou o curso de extensão universitária em Biologia do Saneamento na Faculdade de Ciências Biológicas, recebeu bolsas de estudo no exterior (Estados Unidos da América e França) para especializar-se em controle de poluição hídrica, fez oito estágios de aperfeiçoamento profissional no Brasil e exterior na área de controle da poluição hídrica e oceanografia sanitária e concluiu mais de uma dezena de cursos de curta duração nas áreas de tratamento de efluentes líquidos, controle de poluição hídrica e sistemas de esgotamento sanitário.

Como engenheiro sanitarista, participou de dezoito congressos ou seminários internacionais e quarenta e seis nacionais. Publicou quinze artigos técnicos em congressos e revistas especializadas e onze publicações didáticas para uso nos diversos cursos que ministrou. Proferiu mais de quarenta palestras em seminários, congressos e eventos similares.

Como professor, ministrou ou coordenou mais de sessenta cursos de curta duração nas áreas de saneamento, controle da poluição hídrica, tratamento de esgotos, informática pessoal, fotografia (um de seus hobbies) e conservação ambiental, tendo participado na qualidade de professor convidado de diversas bancas examinadoras de dissertações de mestrado na Escola de Engenharia de São Carlos da USP e de trabalhos de fim de curso da Faculdade de Engenharia da UFRJ. De 1977 a 1989 foi professor da disciplina Tratamento de Esgotos no Curso de Extensão Universitária em Engenharia Sanitária da UERJ. Atualmente leciona as disciplinas Tratamento de Esgotos no Curso de Engenharia Civil da PUC/RJ e Arquitetura de Microcomputadores no Departamento de Ciências da Computação da UniverCidade.

Como Engenheiro Estadual, cargo para o qual foi admitido por concurso em 1965, trabalhou na FEEMA, onde ocupou o cargo de Diretor de 1979 a 1983, e na CEDAE, onde ocupou diversos cargos de Chefia, sempre na área técnica e voltados para o tratamento de esgotos.

Como Engenheiro Consultor na área de engenharia sanitária prestou serviços a cerca de trinta instituições particulares e governamentais no Brasil e exterior, destacando-se a Organização Mundial da Saúde, onde presta serviços eventuais desde 1972. Ainda como consultor, foi responsável pelo projeto de diversas instalações, dentre as quais muitas das estações de tratamento de esgotos de grande porte em todo o Brasil.

Em 1986 passou a se interessar por computadores pessoais. Fez cerca de dez cursos de curta duração sobre programação e montagem de micros pessoais. Em 1991 passou a colaborar com o caderno Informática Etc. do Jornal O Globo, onde assina B.Piropo e desde então mantém a coluna Trilha Zero e de 1994 a 1996, a coluna MicroCosmo, além de responder cartas de leitores sobre questões técnicas e escrever artigos eventuais sobre software e hardware. Publicou dois livros sobre informática, ambos editados pela Editora Campus: XTREE, XTREEPRO, XTREEGOLD e OS/2 2.0 – GUIA BÁSICO DA WORKPLACE SHELL. Em 1992/93 manteve uma coluna sobre informática na revista Ele e Ela e de 1992 a 1996 manteve outra coluna sobre informática na revista Mulher de Hoje, ambas da Editora Bloch.

Em 1994/95 manteve o programa CBN Informática, que ia ao ar três vezes por dia em rede nacional na Rádio CBN. Ainda em 1994 participou do programa Informática e Negócios, que ia ao ar semanalmente na TV Manchete, onde mantinha um quadro sobre micros pessoais.

Hoje, B. Piropo, além de reconhecido sanitarista, tornou-se nome conhecido e respeitado entre profissionais de informática atentos às notícias da área. Proferindo palestras empresariais e acadêmicas, realizando a cobertura dos principais eventos de informática no país e no exterior, B. Piropo é docente da PUC e da UniverCidade, no estado do Rio de Janeiro, dois dos mais importantes centros de educação em informática do Brasil.

Em 2005 foi agraciado pela Asespro-RJ com o Prêmio INRIO, cujo objetivo é “ homenagear aqueles que mais se destacaram ao longo do ano, por sua atuação em favor do desenvolvimento do setor de TI, no Estado do Rio de Janeiro.

Link do Sítio do Piropo –> https://www.bpiropo.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *